KINSHASA (Reuters) - Cerca de 150 pessoas estão desaparecidas depois que uma embarcação naufragou em um lago no leste da República Democrática do Congo, disse o presidente Felix Tshisekedi nesta terça-feira.

“Estou muito entristecido com o naufrágio de uma piroga na (segunda-feira) 15 de abril no lago Kivu. O número provisório é de 150 pessoas desaparecidas”, disse Tshisekedi Tshisekedi na conta de seu gabinete no Twitter.

Delphin Mbirimbi, um ativista local da província de Kivu do Sul, disse à Reuters que o barco, que partiu da província vizinha de Kivu do Norte, naufragou no lago perto do território Kalehe.

Ele disse que três corpos foram recuperados, 33 pessoas foram resgatadas e que outros 150 passageiros estão desaparecidos.

Tshisekedi disse estar acompanhando a situação de perto “para identificar e sancionar os responsáveis”.

Acidentes de barco letais são comuns no Congo, um país vasto e florestado com poucas rodovias fora de grandes cidades e onde barcos são frequentemente lotados para muito além de sua capacidade.

(Reportagem de Stanis Bujakera)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.