Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fala em conferência em Jerusalém 6/12/2017 REUTERS/Ronen Zvulun

(reuters_tickers)

JERUSALÉM (Reuters) - O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, saudou nesta quarta-feira a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel e transferir a embaixada dos EUA para a cidade como um "marco histórico".

Em um discurso em Washington, Trump disse que seu anúncio marcou o início de uma nova abordagem para o conflito entre Israel e palestinos.

Netanyahu, em uma mensagem de vídeo pré-gravada, afirmou que qualquer acordo de paz com os palestinos precisa incluir Jerusalém como a capital de Israel e exortou outros países a seguirem a liderança dos EUA, transferindo também suas embaixadas para a cidade.

(Por Ori Lewis)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters