Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Netanyahu informa Putin sobre operação anti-túnel na fronteira com o Líbano - Kremlin

MOSCOU (Reuters) - O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, informou o presidente russo, Vladimir Putin, sobre a ação de Israel contra túneis na fronteira com o Líbano que teriam sido escavados pelo Hezbollah, disse o Kremlim, neste sábado. 

Netanyahu disse esta semana que os túneis eram destinados a soldados do Hezbollah que tentavam se infiltrar em Israel a partir do Líbano para realizar ataques. O exército de Israel enviou escavadoras mecânicas, tropas e equipamentos anti-túneis à fronteira para fechá-los. 

Durante a conversa por telefone, iniciada por Netanyahu, "o presidente da Rússia sublinhou a importância de assegurar a estabilidade da região", disse o comunicado do Kremlin. 

Um porta-voz de Netanyahu não comentou imediatamente a notícia. Dada a posição forte da Rússia com aliados do Hezbollah na vizinha Síria, Israel pode estar buscando a compreensão da Rússia sobre as suas últimas movimentações contra o grupo xiita. 

A Rússia concedeu apoio crítico ao presidente sírio, Bashar al-Assad, na guerra civil da Síria. O Hezbollah libanês também está auxiliando Assad, assim como o Irã. 

Israel tem ficado afastado do conflito na Síria, mas lançou dúzias de ataques aéreos contra o que afirmou ser entregas de armas para o Hezbollah, com quem travou uma guerra em 2006. 

Israel está preocupado que o Irã, seu arqui-inimigo na região, esteja usando o conflito da Síria para entrincheirar forças permanentemente na Síria e prometeu impedir que Teerã faça isso. 

(Por Polina Devitt e Maayan Lubell)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.