Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

JERUSALÉM (Reuters) - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que encontraria o presidente russo, Vladimir Putin, em Moscou na quinta-feira para expressar sua oposição ao que o líder israelense considerou como tentativas do Irã de estabelecer um apoio militar permanente na Síria.

"Com a estrutura (de um futuro acordo de paz) ou sem, o Irã está tentando ter uma base permanente na Síria – através de uma presença militar em terra ou uma presença naval – e também através de uma tentativa gradual de abrir uma frente contra nós nas Colinas de Golã", disse Netanyahu em observações públicas feitas em uma reunião de gabinete neste domingo.

"Eu expressarei a vigorosa oposição de Israel contra essa possibilidade ao presidente Putin", afirmou.

O Irã, arqui-inimigo de Israel, tem sido o apoiador mais fiel do presidente sírio, Bashar al-Assad e tem fornecido combatentes de milícias para ajudá-lo.

(Por Jeffrey Heller)

Reuters