Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, durante conferência em Jerusalém 07/12/2017 REUTERS/Ronen Zvulun

(reuters_tickers)

JERUSALÉM (Reuters) - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse nesta quinta-feira que "muitos" países seguirão os Estados Unidos em reconhecer Jerusalém como capital israelense e que contatos neste sentido já estão sendo feitos.

Falando no Ministério das Relações Exteriores de Israel, Netanyahu não citou quais seriam esses países. Ele disse que alguns podem transferir suas embaixadas de Tel Aviv para Jerusalém antes da mudança da embaixada dos EUA, que o governo do presidente norte-americano, Donald Trump, disse esperar que levará alguns anos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters