Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Pedestres caminham em Beacon Hill, em Boston, durante nevasca. 09/02/2017 REUTERS/Brian Snyder

(reuters_tickers)

Por Daniel Trotta e Scott Malone

NOVA YORK/BOSTON (Reuters) - A neve começou a cobrir cidades do nordeste dos Estados Unidos nesta terça-feira, quando uma tempestade de inverno com as características de uma nevasca chegou à região, levando autoridades a orientar as pessoas a ficarem em casa, as empresas aéreas a cancelarem voos e as escolas a suspenderem as aulas.

O Serviço Nacional do Clima emitiu alertas de nevasca para partes de oito Estados, entre eles Nova York, Pensilvânia, Nova Jersey e Connecticut, prevendo até 60 centímetros de neve até o início da quarta-feira e temperaturas abaixo do normal para esta época do ano.

Cerca de 50 milhões de pessoas ao longo da Costa Leste estão sujeitas a avisos e alertas de tempestade ou nevasca.

"Se precisam sair, façam-no pelo menor período de tempo possível... mas a melhor coisa é ficar do lado de dentro", disse o prefeito da cidade de Nova York, Bill de Blasio, na segunda-feira.

O serviço de trens de superfície seria suspenso, e as autoridades de trânsito da área metropolitana nova-iorquina alertaram que mais rotas de ônibus e trens podem ser suspensas ao longo do dia.

"É um bom dia para ficar em casa", disse o governador do Estado de Nova York, Andrew Cuomo, à rádio CBS. "Será uma situação bem perigosa".

A Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey deixou centenas de equipamentos de remoção de neve de prontidão nos três principais aeroportos da área de Nova York. Milhares de toneladas de sal e areia foram preparadas para vias de acesso aos aeroportos, estacionamentos, pontes e túneis.

Por precaução, as companhias aéreas cancelaram mais de 4 mil voos antes da tempestade, de acordo com o serviço de monitoramento FlightAware.com. Os aeroportos com o maior número de cancelamentos foram o Aeroporto Internacional de Newark, em Nova Jersey, e o Aeroporto Internacional Boston Logan.

A American Airlines  cancelou as chegadas para os três principais terminais de Nova York --Newark, LaGuardia e John F. Kennedy-- e a JetBlue Airways  relatou muitos cancelamentos.

A Delta Air Lines  cancelou 800 voos destinados a Nova York, Boston e outros aeroportos do nordeste nesta terça-feira. A United Airlines  disse que não terá operações em Newark e LaGuardia.

Os governadores de Nova York, Pensilvânia, Nova Jersey e Virgínia declararam estado de emergência.

(Reportagem adicional de Brendan O'Brien em Milwaukee)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters