Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

ZURIQUE (Reuters) - Uma nova avalanche de lama se abateu sobre uma cidade montanhosa remota do leste da Suíça nesta sexta-feira onde anteriormente um grande deslizamento de terra havia despejado pedras, detritos e lama que alcançaram metros de altura e causaram o desaparecimento de oito pessoas.

Na avalanche mais recente, um rio de lama se derramou sobre a pequena Bondo, no cantão dos Grisões, perto da fronteira suíço-italiana, mostraram imagens de televisão.

    Equipes de resgate continuavam procurando oito alpinistas de Suíça, Áustria e Alemanha que foram dados como desaparecidos desde o deslizamento de terra inicial que atingiu a cidade na quarta-feira.

    A polícia do cantão disse que a nova avalanche ocorreu no final da tarde e que alguns moradores que haviam acabado de receber permissão de voltar para casa tiveram que ser retirados novamente.

    Ninguém se feriu, segundo a polícia, mas a avalanche esmagou equipamentos que estavam sendo usados para retirar destroços da avalanche anterior.

    O derretimento do subsolo congelado – o chamado 'permafrost' –, provocado pela elevação das temperaturas, provavelmente é um dos fatores por trás do desastre desta semana, disse Marcia Phillips, líder do grupo de neve e permafrost do Instituto Federal Suíço de Pesquisa de Floresta, Gelo e Paisagem.

    O evento cataclísmico provavelmente estava a caminho há milhares de anos, já que as mudanças no permafrost, na estrutura das rochas, no conteúdo da água e na pressão acima de Bondo conspiraram para desestabilizar a montanha Piz Cengalo, que tem 3.369 metros de altura, disse Marcia.

(Por Joshua Franklin e John Miller)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters