Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

PEQUIM (Reuters) - O lançamento pela China de um novo foguete para cargas pesadas, o Longa Marcha-5 Y2, transportando o que o governo disse ser o satélite mais pesado já desenvolvido no país, fracassou neste domingo, divulgou a agência estatal de notícias Xinhua.

O mesmo tipo de foguete era esperado para ser o veículo transportador da mais recente sonda lunar da China neste ano. Não ficou claro como o cronograma dessa missão poderá ser afetado pelo fracasso no lançamento do satélite.

O presidente chinês, Xi Jinping, tem priorizado o programa espacial da China para fortalecer a segurança e a defesa nacionais e o governo tem afirmado que seus esforços na área são uma iniciativa puramente pacífica.

"Uma anomalia ocorreu durante o voo do foguete", disse a Xinhua depois que o foguete explodiu após o lançamento na ilha de Hainan. "Investigações serão realizadas", afirmou a agência sem dar mais detalhes.

A China está se preparando para uma missão tripulada à Lua, afirmou uma autoridade sênior à mídia estatal no mês passado. Em 2003, a China tornou-se o terceiro país, após Estados Unidos e União Soviética, a colocar um astronauta no espaço por meio de seu próprio foguete.

(Por Ben Blanchard)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters