Navigation

Obama anuncia novas sanções contra a Rússia por crise na Ucrânia

Presidente dos EUA, Barack Obama, em pronunciamento na Casa Branca. 16/07/2014 REUTERS/Larry Downing reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 16. julho 2014 - 23:05

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou uma nova rodada de sanções contra a Rússia nesta quarta-feira pelo que chamou de um fracasso de Moscou em adotar medidas para atenuar a violência no leste da Ucrânia.

Obama, em pronunciamento na Casa Branca, disse que as novas sanções mostram que há consequências para as agressões do presidente russo, Vladimir Putin, na região.

Os EUA impuseram nesta quarta as sanções mais abrangentes do país até agora contra a Rússia, incluindo as empresas Gazprombank e a Rosneft Oil, além de outros grandes bancos e companhias de energia e defesa e autoridades políticas.

Washington tem aumentado constantemente as sanções financeiras contra a Rússia pelo o que consideram ser uma interferência de Moscou na vizinha Ucrânia.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.