Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse ao presidente ucraniano, Petro Poroshenko, que qualquer intervenção russa na Ucrânia sem o consentimento de Kiev seria "inaceitável" e uma violação do direito internacional, disse a Casa Branca nesta segunda-feira.

Poroshenko, em um telefonema, disse a Obama que tem havido bombardeios contínuos da Rússia contra o território ucraniano, de acordo com a Casa Branca. Obama pediu a Poroshenko moderação em operações militares a fim de evitar vítimas civis, acrescentou.

(Reportagem de Mark Felsenthal)

Reuters