Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente dos EUA, Barack Obama, faz pronunciamento em Martha's Vineyard. 20/08/2014 REUTERS/Kevin Lamarque

(reuters_tickers)

EDGARTOWN, Estados Unidos (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta quarta-feira que o grupo militante Estado Islâmico, que decapitou um jornalista norte-americano, é um "câncer", e disse que a "ideologia deles está falida".

"O mundo inteiro está horrorizado pelo assassinato brutal de James Foley", disse Obama, falando um dia após a divulgação de um vídeo dos militantes mostrando a execução de Foley.

Obama disse que telefonou para a família do jornalista para expressas suas condolências.

O Estado Islâmico, que tem avançado pelo norte do Iraque, divulgou o vídeo como um alerta aos EUA, mas Obama disse que o país vai continuar a fazer o que precisa para proteger seu povo.

(Por Bill Trott, em Washington)

Reuters