Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante entrevista coletiva na Casa Branca, em Washington 18/01/2017 REUTERS/Kevin Lamarque

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quarta-feira que a ex-agente de inteligência Chelsea Manning cumpriu uma dura pena de prisão e que a decisão dele de comutar a sentença de 35 anos para cerca de sete anos não significaria indulgência a pessoas que vazaram segredos do governo dos EUA.

Obama afirmou em sua última entrevista coletiva como presidente que sentiu que fazia sentido comutar a sentença de Manning porque ela foi a julgamento e assumiu a responsabilidade pelo crime.

Manning deu informações confidenciais ao grupo WikiLeaks em 2010. Ela recebeu uma sentença "muito desproporcional" em relação a outros que vazaram informações, disse Obama.

(Reportagem de Jeff Mason)

Reuters