Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta sexta-feira que os norte-americanos não tirem conclusões precipitadas sobre os motivos do tiroteio em uma base do Exército no Estado do Texas, que deixou 13 mortos.
"Não sabemos todas as respostas ainda e peço cautela contra conclusões precipitadas até que tenhamos todos os fatos", disse.
Obama também afirmou ter se encontrado nesta sexta-feira com autoridades norte-americanas, incluindo o diretor do FBI, Robert Mueller.
Na quinta-feira, um psiquiatra do Exército norte-americano abriu fogo com duas pistolas em uma base em Fort Hood, no Texas.
(Reportagem de Patricia Zengerle)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters