Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

GENEBRA (Reuters) - Um comitê de especialistas em ética médica da Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta terça-feira que é ético oferecer medicamentos ou vacinas não comprovados para o tratamento ou prevenção do surto de Ebola na África Ocidental.

O surto de Ebola já deixou mais de 1.000 mortos.

(Reportagem de Kate Kelland e Stephanie Nebehay)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters