Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Secretário-geral da ONU, António Guterres, discursa em Genebra 27/02/2017 REUTERS/Denis Balibouse

(reuters_tickers)

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, alertou nesta quinta-feira que é necessário "mais do que gastos militares" para se combater o terrorismo, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, propôs um orçamento militar extra de 54 bilhões de dólares em 2018.

"Também é necessário abordar os fatores subjacentes ao terrorismo através de investimentos contínuos na prevenção de conflitos, na resolução de conflitos, na luta contra o extremismo violento, na manutenção da paz, na construção da paz, no desenvolvimento sustentável e inclusivo, no reforço e respeito aos direitos humanos, e em respostas oportunas a crises humanitárias", disse o porta-voz de Guterres, Stephane Dujarric.

De acordo com a primeira proposta orçamentária de seu governo, Trump irá pedir ao Congresso dos EUA que faça cortes drásticos em muitos programas federais para poder reforçar os gastos com a defesa, começar a construir um muro na fronteira com o México e gastar mais com a deportação de imigrantes ilegais. [nL2N1GT0ZO]

(Reportagem de Michelle Nichols)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters