Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Líder trabalhista britânico, Jeremy Corbyn. 14/01/2017 REUTERS/Neil Hall

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - O Partido Trabalhista do Reino Unido, de oposição, disse nesta terça-feira que não irá frustrar o processo para dar início formal à saída do país da União Europeia, após a Suprema Corte ter determinado que o governo britânico precisa de aprovação parlamentar para o chamado Brexit.

"O Partido Trabalhista respeita o resultado do referendo e a vontade do povo britânico, e não irá frustrar o processo de ativação do Artigo 50", disse um porta-voz do líder trabalhista, Jeremy Corbyn, em comunicado.

"O Trabalhista está cobrando um plano do governo para garantir que será responsável junto ao Parlamento durante as negociações e por uma votação para garantir que o acordo final tenha a aprovação parlamentar".

(Reportagem de William James)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters