Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

SÃO PAULO (Reuters) - Apoiadores do líder preso da oposição na Rússia, Alexei Navalny, reuniram-se em Moscou neste sábado, pedindo para que o presidente do país, Vladimir Putin, desista e permita que Navalny concorra a uma eleição.

O líder da oposição, que está cumprindo uma pena de prisão de 20 dias por violar regras em reuniões públicas, convocou os protestos em Moscou e em outras cidades do país para coincidir com o aniversário de 65 anos de Putin.

O presidente russo, que tem dominado a paisagem política da Rússia por quase 18 anos, é amplamente esperado para se candidatar ao que seria seu quarto mandato em março.

Navalny espera também concorrer, apesar de a comissão central de eleições declarar que ele não é elegível devido a uma pena de prisão suspensa, a qual o opositor diz ter motivações políticas.

(Por Vladimir Soldatkin; reportagem adicional de Gabrielle Tetrault-Farber, em Moscou, e Natalya Shurmina, em Ecaterimburgo)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters