Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MONTEVIDÉU (Reuters) - O candidato à Presidência do Uruguai pelo partido de oposição Partido Nacional reduziu para apenas seis pontos a diferença do candidato do governo que lidera as pesquisas, a poucos dias do 2o turno que será realizado no dia 29 deste mês, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira.
O ex-presidente Luis Alberto Lacalle (1990 a 1995) subiu dois pontos, a 42 por cento, nas intenções de voto em todo o país, enquanto o candidato do governo de esquerda, José Mujica, passou a 48 por cento, ante 47 por cento em uma pesquisa anterior da empresa Interconsult.
A quase duas semanas das eleições, os indecisos somam 7 por cento, de acordo com a pesquisa, enquanto 3 por cento disseram que vão votar branco ou nulo.
A esquerda obteve 48 por cento dos votos no primeiro turno, assim mantendo a maioria no Congresso, mas não conseguiu evitar o segundo turno da eleição para definir o governo.
Pesquisas divulgadas nas últimas semanas também mostraram que Mujica, um ex-guerrilheiro de 74 anos, tem vantagem para se tornar o presidente do Uruguai.
A pesquisa da Interconsult foi realizada entre 14 e 16 de novembro com pessoas maiores de 17 anos em cidades de todo o país. A pesquisa tem margem de erro de 3,3 pontos percentuais para mais ou para menos.
(Por Patricia Avila)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters