Navigation

Oxford diz que vacina da AstraZeneca contra Covid-19 funciona contra variante do Reino Unido

Frasco de vacina contra Covid-19 Oxford/AstraZeneca em Basingstoke, no Reino Unido 04/02/2021 REUTERS/Peter Cziborra reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 05. fevereiro 2021 - 16:09

LONDRES (Reuters) - A vacina contra Covid-19 da AstraZeneca e da Universidade de Oxford tem eficácia similar contra a variante britânica do coronavírus à registrada com as variantes circulando anteriormente, disse a universidade nesta sexta-feira.

A variante, inicialmente identificada em Kent, sul da Inglaterra, é mais transmissível, o que levou muitos países a restringirem viagens ao Reino Unido. Também levou a um pico de infecções que forçou um novo lockdown nacional na Inglaterra no mês passado.

O lockdown aconteceu no momento em que o Reino Unido começou a aplicar a vacina da AstraZeneca. Mais de 10 milhões de pessoas receberam a primeira dose das vacinas da AstraZeneca ou da Pfizer.

O Reino Unido afirmou que acredita que as vacinas são eficazes contra as variantes que estão circulando no país.

"Dados dos nossos testes da vacina ChAdOx1 no Reino Unido indicam que a vacina não apenas protege contra o vírus original da pandemia, mas também contra a nova variante, B.1.1.T, que causou um surto da doença desde o fim de 2020 no Reino Unido", afirmou Andrew Pollard, investigador-chefe dos testes da vacina de Oxford.

Sarah Gilbert, co-desenvolvedora da vacina, afirmou que, embora o imunizante tenha eficácia contra a variante britânica, ele pode precisar ser adaptado para futuras variantes.

(Reportagem de Alistair Smout)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?