Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério das Relações Exteriores divulgou comunicado informando que os governos do Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Peru, Paraguai e Uruguai decidiram se unir às manifestações do papa Francisco sobre a situação da Venezuela.

Na véspera, o pontíficie pediu o respeito aos direitos humanos e o fim da violência no país, onde quase 30 pessoas morreram neste mês.

Os países concordaram com o papa de que "tudo que se possa fazer pela Venezuela deve ser feito, mas com as garantias necessárias".

Além disso, reiteraram no comunicado "o chamado ao fim dos atos de violência, à plena vigência do estado de direito, à libertação dos presos políticos, à plena restituição das prerrogativas da Assembleia Nacional e à definição de um cronograma eleitoral".

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters