Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MILÃO (Reuters) - O papa Francisco criticou neste sábado a nomeação do maior explosivo não-nuclear dos Estados Unidos como "a Mãe de Todas as Bombas", dizendo que a palavra "mãe" não deve ser usada em referência a uma arma mortal.

A Força Aérea dos EUA deixou cair uma bomba, oficialmente designada como Explosão Aérea Massiva (MOAB) GBU-43, em suspeitos do Estado Islâmico no leste do Afeganistão no mês passado. O apelido foi amplamente utilizado em notícias sobre o ataque.

"Fiquei envergonhado quando ouvi o nome", disse o papa Francisco a uma plateia de estudantes neste sábado. "Uma mãe dá vida e esta dá morte, e nós chamamos esse dispositivo de mãe. O que está acontecendo?"

O papa Francisco vai se encontrar com o presidente dos EUA, Donald Trump, em 24 de maio, em um encontro potencialmente embaraçoso, considerando suas posições opostas sobre imigração, refugiados e mudanças climáticas.

(Reportagem de Agnieszka Flak)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters