Navigation

Papa Francisco mantém distância em audiência como precaução contra Covid-19

Papa Francisco durante audiência semanal no Vaticano 14/10/2020 REUTERS/Yara Nardi reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 14. outubro 2020 - 13:24

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco se manteve a uma distância segura dos fiéis em sua audiência geral semanal nesta quarta-feira, dizendo que as novas regras concebidas para conter o coronavírus o obrigam a se resguardar.

"Gostaria, como faço normalmente, de descer e chegar mais perto para cumprimentar vocês. Mas, com os novos regulamentos, é melhor se mantivermos a distância", explicou ele em um palco.

"Acontece muito de, quando eu desço, todos se aproximarem e se amontoarem. E é um problema, porque existe um risco de infecção. Assim, todos usando máscaras e mantendo a distância, podemos continuar com as audiências."

O papa de 83 anos retomou suas audiências semanais em setembro depois de uma pausa de seis meses causada pelo contágio, que já matou mais de 36.200 pessoas na Itália – mas como as infecções voltaram a crescer, surgiu o receio de Francisco estar se aproximando demais dos visitantes.

Sublinhando o problema cada vez maior, na segunda-feira o Vaticano disse que quatro membros da Guarda Suíça, o corpo de soldados de elite de uniformes coloridos que protege o pontífice, foram diagnosticados com Covid-19.

O papa, que usa máscaras nas audiências, teve parte de um pulmão retirada durante uma doença quando era jovem em sua Argentina natal.

Às vezes ele fica ofegante depois de subir degraus, e algumas autoridades do Vaticano especulam que tal dificuldade respiratória é a razão de ele não usar máscaras em espaços amplos.

(Por Emily Roe)

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.