Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Syed Raza Hassan

KARACHI (Reuters) - O exército paquistanês informou, neste sábado, que suas tropas mataram cinco soldados indianos em retaliação a tiros da Índia na Linha de Controle do território disputado da Caxemira. 

Na sexta-feira, o Paquistão acusou tropas indianas de atirar, sem provocação, no setor de Nezapir, ferindo dois civis.

O porta-voz do exército paquistanês afirmou que suas tropas revidaram matando cinco soldados, ferindo vários, e destruindo bunkers. A Índia negou que algum dos seus soldados tenha sido morto ou ferido no ataque que atravessou a fronteira.

"Uma mulher foi ferida pela violação do cessar-fogo das tropas paquistanesas em dois setores do distrito de Poonch, com tiros de morteiros em postos avançados e áreas civis ao longo da Linha de Controle. O exército vai revidar", afirmou um porta-voz da Defesa indiana.

Tropas paquistanesas atiraram indiscriminadamente com pequenas armas e morteiros ao longo da Linha de Controle no setor de Krishana Ghati, disse o porta-voz.

A tensão na região do Himalaia cresceu entre os dois vizinhos com armas nucleares desde que uma corte militar paquistanesa sentenciou à morte um indiano, Kulbushan Sudhir Jadhav, acusado de espionagem.

Jadhav foi preso em 3 de março de 2016, na província de Baluchistan. A Índia conseguiu adiar a execução de Jadhav por meio da Corte Mundial. 

 

(Reportagem adicional de Fayaz Bukhari em Srinagar)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters