Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BRUXELAS (Reuters) - O Parlamento Europeu fez um chamado nesta quinta-feira para que o poder executivo da União Europeia (UE) obrigue os norte-americanos a requerer vistos antes de visitar a Europa neste verão, intensificando a pressão por uma resolução para a longa disputa transatlântica sobre o tema.

A Comissão Europeia enfatizou que estava buscando uma solução diplomática para a disputa, indicando assim que dificilmente agiria de acordo com a votação pelos parlamentares que estabeleceu o prazo final de maio para a imposição dos vistos, uma medida que pode afetar o turismo europeu.

Washington se recusa a garantir o acesso livre de vistos para cidadãos de quatro Estados do leste da Europa e Chipre, enquanto os dos outros 23 membros do bloco podem entrar usando um programa de isenção de vistos. As regras da UE preveem tratamento equivalente para todos os cidadãos do bloco.

Autoridades da Comissão lembraram uma planejada reunião ministerial entre a UE e os Estados Unidos em 15 de junho para tentar resolver o problema que vem de 2014. O poder executivo da UE permitiu que um prazo final para uma solução vencesse há quase um ano, sem que tomasse uma ação.

"Nós vamos informar sobre o progresso adicional alcançado até o final de junho e continuar a trabalhar junto com o Parlamento Europeu e com o Conselho”, disse uma porta-voz da Comissão.

Reuters