Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, participa de debate no Parlamento da Escócia sobre um novo referendo para independência 28/03/2017 REUTERS/Russell Cheyne

(reuters_tickers)

EDIMBURGO (Reuters) - O Parlamento escocês votou na terça-feira em apoio à proposta da primeira-ministra Nicola Sturgeon de realizar um novo referendo sobre a independência no final de 2018 ou em 2019, uma vez que os termos da saída do Reino Unido da União Europeia se tornem mais claros.

O voto da assembleia de Edimburgo, que era amplamente esperado, dá a Sturgeon um mandato para pedir permissão ao Parlamento britânico em Londres para avançar com os preparativos para um referendo.

A Escócia votou contra a independência em um referendo de 2014, mas a primeira-ministra argumenta que as circunstâncias mudaram desde então, porque o Reino Unido votou por deixar a União Europeia enquanto a Escócia votou fortemente para permanecer no bloco.

A proposta, apresentada por Sturgeon, passou por 69 votos a favor e 59 votos contra no parlamento escocês.

(Por Russell Cheyne em Edinburgo e Estelle Shirbon, em Londres)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters