Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Premiê Theresa May em evento de campanha em Solihull 7/6/2017 REUTERS/Eddie Keogh

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - O Partido Conservador, da primeira-ministra britânica Theresa May, conquistou 314 cadeiras no Parlamento, insuficiente para formar a maioria na Casa de 650 assentos, de acordo com pesquisa boca de urna divulgada pouco após o encerramento da votação.

A pesquisa nacional de boca de urna realizada pelas principais emissoras previu 266 cadeiras para o Partido Trabalhista, de oposição, comandado pelo ativista socialista Jeremy Corbyn, 34 para o Partido Nacional Escocês e 14 para os Liberais Democratas.

Os britânicos foram às urnas nesta quinta-feira para votar em uma eleição antecipada na qual May esperava fortalecer sua posição nas negociações sobre a desfiliação do Reino Unido da União Europeia.

Desde que assumiu como premiê sem uma eleição, na esteira do tumulto que se seguiu ao referendo do Brexit do ano passado, May desejava um mandato pessoal e uma maioria parlamentar maior do que aquela herdada de seu antecessor, David Cameron.

Baseando sua campanha no slogan de uma "liderança forte e estável", May afirmou que só ela pode enfrentar os 27 líderes da UE e conseguir um acordo que dará a seu país um controle maior sobre a polícia imigratória e ao mesmo tempo assegurar termos favoráveis nas relações comerciais.

(Reportagem de Kate Holton, David Milliken e Andy Bruce)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters