Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

TORONTO (Reuters) - O pastor Hyeon Soo Lim chegou neste sábado em sua casa no Canadá, onde estava descansando depois de se reunir com sua família após longa caminhada pela Coreia do Norte, onde ele havia sido preso desde 2015, de acordo com uma porta-voz da família.

Os membros da família realizarão uma conferência de imprensa em sua igreja no subúrbio de Toronto, disse a porta-voz da família Lisa Pak, em comunicado, acrescentando que não estava claro se o pastor, 62 anos, estaria na coletiva, mas que ele iria aos cultos da igreja no domingo.

Lim, líder de uma das maiores igrejas do Canadá, foi condenado a trabalho forçado em 2015 por acusações de tentar derrubar o regime norte-coreano.

A agência de notícias KCNA da Coreia do Norte informou na quarta-feira que ele foi libertado por motivos humanitários, embora sua família mais tarde tenha dito que ele não estava em estado crítico.

Reuters