Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Pence fala antes de juramento em Zinke para ser Secretário do Interior, em Washington, EUA 01/03/2017 REUTERS/Joshua Roberts

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, usou uma conta de email particular para realizar negócios públicos quando era governador do Estado de Indiana, informou seu escritório em um comunicado na quinta-feira.

O uso de um email pessoal foi noticiado primeiramente pelo jornal Indianapolis Star, que disse que Pence o usou algumas vezes para debater assuntos delicados e questões de segurança interna. A conta foi invadida no último verão norte-americano, acrescentou o diário.

Durante a campanha presidencial de 2016, Pence criticou a candidata democrata, Hillary Clinton, por ter utilizado um email particular quando era secretária de Estado dos EUA, afirmando que a prática punha a segurança nacional em risco.

"À semelhança de governadores anteriores, durante seu tempo como governador de Indiana Mike Pence manteve uma conta de email estadual e uma conta de email pessoal", comunicou seu escritório.

A lei de Indiana não proíbe que autoridades públicas empreguem contas de email pessoais, relatou o Star.

Depois que Pence teve sua conta invadida por um chantagista que enviou um pedido de dinheiro a seus contatos de email em junho, o governador criou uma nova conta, segundo o Star.

Pence foi escolhido como vice de chapa do então candidato republicano Donald Trump em julho.

A lei de Indiana exige que todos os registros a respeito de negócios estaduais sejam conservados e disponibilizados para solicitações públicas de informação, disse o Star.

No comunicado, o escritório de Pence disse que ele solicitou que uma consultoria externa analisasse todas suas comunicações como governador de Indiana para ter certeza de que todos os emails relacionados ao Estado fossem devidamente transferidos e arquivados.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters