Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LONDRES (Reuters) - Piratas somalis pediram resgate de sete milhões de dólares para libertar um casal britânico sequestrado no oceano Índico, de acordo com uma ligação telefônica exibida pela BBC nesta sexta-feira de um homem que se diz membro da gangue.
Homens armados capturaram Paul e Rachel Chandler, ambos com cerca de 50 anos, na sexta-feira passada enquanto navegavam em águas internacionais ao norte das ilhas Seicheles e os levaram para a costa da Somália.
"Nós apenas precisamos de uma pequena quantia de sete milhões de dólares", revelou a BBC citando o homem não identificado. "Se eles não nos ferirem, nós não iremos feri-los."
Em um telefonema a seu irmão Stephen Collett, Rachel Chandler disse que eles estavam lidando com a pressão e que os sequestradores lhes haviam dado comida e água.
"Por favor, não se preocupe conosco, estamos administrando (a pressão)", ela disse, de acordo com uma gravação da conversa exibida pelo canal ITV News.
Um pirata chamado Hassan disse à Reuters por telefone no início desta semana desde a cidade costeira de Haradheere que a gangue estava abrigando o casal em um navio também sequestrado de Cingapura.
(Reportagem de Peter Griffiths)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters