Reuters internacional

BERLIM (Reuters) - A polícia alemã deteve nesta terça-feira, um militante de 17 anos, que um porta-voz do Ministério do Interior no Estado de Brandenburgo disse ser um sírio que estaria planejando um ataque suicida em Berlim, citando uma reportagem da agência de notícias alemã, DPA.

"Eu posso confirmar isso", disse o porta-voz se referindo à reportagem.

A polícia de Brandenburgo, no entanto, disse que ainda não tinha encontrado evidências de que o suspeito, que foi preso na região de Uckermark ao nordeste de Berlim, estaria planejando um ataque.

"A nacionalidade síria e os planos de ataque concretos ainda não foram confirmados. As investigações continuam", tuitou a polícia de Brandenburgo.

"De acordo com a evidência, ele se juntou à Jihad e disse adeus a seus familiares", acrescentou a polícia, referindo-se ao termo islâmico para guerra santa.

(Reportagem de Sabine Siebold)

Reuters

 Reuters internacional