Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Policiais durante operação em Berlim. 27/12/2016 REUTERS/Fabrizio Bensch

(reuters_tickers)

BERLIM (Reuters) - A polícia alemã informou no domingo que prendeu um homem de 21 anos suspeito de planejar um ataque militante, e relacionou o caso com outro de um suspeito detido em Viena.

Forças especiais da polícia prenderam o homem e uma mulher durante uma operação em um apartamento na cidade de Neuss, no oeste do país, no sábado, disse um porta-voz da Agência de Investigação Criminal. A mulher, identificada pela mídia local como esposa do suspeito, foi liberada.

As autoridades alemãs estão em alerta elevado desde que um tunisiano, que teve pedido de asilo rejeitado, usou um caminhão para atropelar uma multidão em um mercado natalino de Berlim, no mês passado, matando 12 pessoas.

Segundo a revista Focus, o homem preso no sábado planejava um ataque a bomba contra a polícia e militares. Tanto ele quanto o suspeito detido na Áustria tinham realizado experimentos com materiais para criar explosivos no apartamento de Neuss, segundo a publicação.

A prisão em Neuss foi efetuada após informação repassada pelas autoridades austríacas, segundo o porta-voz da Agência de Investigação Criminal.

(Reportagem de Thorsten Severin e Andrea Shalal)

Reuters