Reuters internacional

OSLO (Reuters) - Policiais noruegueses explodiram de forma controlada um dispositivo descrito como "similar a uma bomba", no centro de Oslo, no início deste domingo, e mantêm um suspeito sob custódia numa investigação comandada pela polícia do serviço de segurança.

Um repórter da Reuters descreveu um estouro logo após o esquadrão especial chegar com um robô operado por controle remoto, depois de a área ter sido isolada pela polícia na noite de sábado.

"O barulho da explosão foi mais alto do que o que os nossos explosivos causariam por si só", afirmou um porta-voz da polícia, acrescentando que mais investigações eram necessárias para descobrir se o dispositivo continha explosivos.

O dispositivo, de cerca de 30 cm, parecera ser capaz de causar somente danos limitados. Especialistas vão examinar fragmentos para descobrir o que era.

A polícia na região nórdica tem permanecido em alto estado de alerta depois do ataque com caminhão em Estocolmo na sexta-feira, em que quatro pessoas morreram, no que policiais chamaram de um aparente ataque terrorista.

A polícia norueguesa prendeu um suspeito, mas não quis dar informações sobre o detido.

Mais detalhes poderiam vir mais tarde no domingo, disse a polícia do serviço de segurança.

A polícia levantou o isolamento feito devido ao dispositivo, e moradores retomaram as atividades normais neste domingo, com lojas e cafés abertos.

(Por Ole Petter Skonnord; reportagem adicional de Gwladys Fouche)

Reuters

 Reuters internacional