Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

NAIRÓBI (Reuters) - Um homem armado com um facão atacou neste sábado a casa do vice-presidente do Quênia, William Ruto, na cidade de Eldoret, e um guarda ficou ferido, disse a polícia neste sábado.

"Em circunstâncias ainda não totalmente esclarecidas, ele atingiu um oficial que estava trabalhando...com um facão e conseguiu entrar em uma fazenda", disse o inspetor geral da polícia, Joseph Boinnet, em comunicado.

Emissoras locais de televisão haviam noticiado mais cedo que um homem armado estava por trás do ataque à casa de William Ruto.

"Outros policiais foram rapidamente mobilizados e o intruso foi forçado a se esconder em um prédio que está ainda em construção, próximo ao portão", disse Boinnet.

"O policial ferido está sob tratamento e em condição estável. Policiais especializados foram chamados para lidar com o intruso".

    O incidente ocorre 10 dias antes das eleições presidenciais, legislativas e regionais do Quênia, em 8 de agosto.

    Ruto é vice da chapa do atual presidente, Uhuru Kenyatta, que tenta a reeleição.

    O motivo do ataque ainda não está claro. Normalmente, a casa do vice-presidente é fortemente protegida com unidades da polícia paramilitar.

    (Reportagem de George Obulutsa e Humphrey Malalo)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7519)) REUTERS LC DES

Reuters