Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Policiais espanhóis em operação antijihadista em Madri. 21/06/2017 REUTERS/Juan Medina

(reuters_tickers)

MADRI (Reuters) - Seis pessoas foram presas na Espanha, no Reino Unido e na Alemanha acusadas de terem ligações com o grupo militante Estado Islâmico e de doutrinar e radicalizar potenciais membros do grupo radical, informou o Ministério do Interior espanhol nesta quarta-feira.

As prisões, organizadas pela polícia espanhola em cooperação com as polícias da Alemanha e do Reino Unido, detiveram quatro pessoas em Palma de Mallorca, uma no Reino Unido e uma na Alemanha, disse o ministério.

As forças policiais dos três países cooperaram utilizando agências da União Europeia criadas para ajudar a compartilhar informações relacionadas ao combate de crimes entre Estados membros -- Europol, Eurojust e Sirene, afirmou o Ministério.

Os presos divulgaram vídeos de conteúdo violento e organizaram encontros secretos semanais para recrutar jovens para viajar para zonas de conflito e lutar.

A investigação policial começou em 2015 após a descoberta de um site com uma série de vídeos mostrando a doutrinação, captura e viagem para a Síria de um jovem muçulmano residente na Espanha.

O produtor dos filmes foi preso no Reino Unido como parte da operação. Ele já estava sob vigilância por diversos países europeus, disse o Ministério. O homem preso na Alemanha teve contato com os outros e ajudou nos vídeos de recrutamento feitos pelo grupo.

(Reportagem de Paul Day)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters