Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Britânico defensor de direitos LGBT Peter Tatchell é detido por policiais após protesto em Moscou, na Rússia 14/06/2018 REUTERS/Glab Garanich

(reuters_tickers)

MOSCOU (Reuters) - O ativista britânico de direitos LGBT Peter Tatchell foi liberado pela polícia russa nesta quinta-feira, após ser detido durante protesto em Moscou no primeiro dia da Copa do Mundo, informou sua fundação em publicação nas redes sociais.

Tatchell, que faz protestos semelhantes em todo o mundo há anos, tentou realizar uma manifestação de somente uma pessoa perto da Praça Vermelha para chamar atenção do que descreveu como chocantes violações de direitos humanos cometidas contra homens homossexuais na Chechênia.

A polícia russa disse que irá acusá-lo por quebrar a lei de realização de protestos públicos do país.

Mais cedo, um repórter da Reuters viu um policial russo dizer a Tatchell que é ilegal realizar protestos desse tipo durante a Copa do Mundo de acordo com a lei do país e orientá-lo a parar ou ser detido. Após longa conversa, Tatchell foi levado a um carro de polícia.

(Reportagem de Polina Ivanova)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters