Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Reuters) - O Aeroporto Internacional Bishop em Flint, no Estado norte-americano do Michigan, foi esvaziado nesta quarta-feira depois que um policial foi esfaqueado no pescoço durante o que uma autoridade do governo dos Estados Unidos a par da situação disse estar sendo investigado como um possível ato de terrorismo.

Todos os passageiros estão em segurança, disse o aeroporto em um comunicado breve em sua página de Facebook. O policial atacado foi o tenente Jeff Neville, do Departamento de Segurança Pública do Aeroporto Internacional Bishop, disse a porta-voz da Polícia Estadual de Michigan, Lori Dougovito, por telefone.

Neville passou por uma cirurgia e sua condição é estável, disse Dougovito. Indagada se o esfaqueamento está sendo investigado como possível terrorismo, a autoridade governamental, que pediu para não ser identificada, disse "sim".

O policial foi esfaqueado dentro do principal terminal do aeroporto, disse o porta-voz da Polícia Estadual de Michigan, David Kaiser, em uma entrevista por telefone do aeroporto.

"Estamos cientes dos relatos de que o agressor fez declarações imediatamente após ou durante o ataque ao policial, mas é cedo demais para determinar a natureza destas supostas declarações ou se isto foi ou não um ato de terrorismo", disse o escritório de campo do FBI em Detroit em um comunicado.

A polícia colocou uma "pessoa de interesse" sob custódia, disse a prefeita de Flint, Karen Weaver, em um comunicado. As autoridades reforçaram a segurança na prefeitura, inclusive convocando policiais adicionais, por "excesso de cautela", segundo o informe.

O aeroporto alertou para possíveis cancelamentos e atrasos após o incidente.

(Por Jonathan Allen em Nova York; reportagem adicional de Timothy Mclaughlin em Chicago e Mark Hosenball)

Reuters