Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Bandeira da China, em Xangai 09/01/2015 REUTERS/Aly Song

(reuters_tickers)

PEQUIM (Reuters) - A China vai implementar uma política fiscal proativa e uma política monetária prudente no segundo semestre do ano, disse a agência de notícias oficial Xinhua, citando o Politburo, mais importante órgão decisório do Partido Comunista chinês, após uma reunião nesta segunda-feira.

A China vai fortalecer a coordenação da regulação fiscal, estabilizar o mercado de propriedades e evitar riscos financeiros sistêmicos, de acordo com comunicado divulgado após o encontro, que foi presidido pelo presidente Xi Jinping.

(Reportagem da Mesa de Monitoramento de Pequim)

Reuters