Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

PEQUIM (Reuters) - Moradores da capital chinesa acordaram neste sábado em meio a uma fumaça densa e sufocante após muitos terem disparado fogos de artifício durante a noite para comemorar o Ano Novo Lunar, apesar de limitações e advertências contra esse tipo de celebração.

O Escritório de Proteção Ambiental de Pequim disse que partículas nocivas em suspensão no ar atingiram o segundo nível mais alto em cinco anos na manhã de sábado, segundo a imprensa oficial.

Pequim lançou uma "guerra contra a poluição" em 2014, como parte da promessa do governo central de reverter os danos provocados por décadas de rápido crescimento industrial, com mais fechamento de fábricas e punições a poluidores.

Contudo, os esforços para limpar o céu no cinturão industrial que cerca Pequim estão sendo prejudicados pela queima de carvão em fábricas e no aquecimento doméstico, o que torna-se mais intenso nos atuais meses de inverno.

"Ao disparar fogos de artifício, tenha consciência de que o índice de poluição também vai disparar", disse um editorial publicado neste sábado no jornal Diário Popular, ligado ao Partido Comunista.

Centenas de milhões de pessoal cruzam a China para visitar familiares e amigos durante o período do Ano Novo Lunar.

Embora a agência de notícias oficial Xinhua tenha relatado que as compras de fogos de artifício caíram 4,9 por cento em Pequim este ano, as medidas não foram suficientes para evitar uma alta na poluição, passando de saudável para níveis perigosos à saúde em questão de horas, segundo dados oficiais.

(Por Jake Spring; reportagem adicional de Damir Sagolj)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters