WASHINGTON (Reuters) - O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, disse nesta sexta-feira que os Estados Unidos buscam laços fortes com a China para ajudar a enfrentar a Coreia do Norte e outras questões, mas que preocupações permanecem sobre as ações de Pequim em relação à liberdade religiosa e ao mar do Sul da China.

Seu equivalente chinês, Yang Jiechi, também disse a repórteres durante a coletiva de imprensa após conversas diplomáticas que a China está comprometida em trabalhar junto aos Estados Unidos de uma maneira não conflituosa e seguiria um caminho de reformas.

(Reportagem de Idrees Ali, Matt Spetalnick e Doina Chiacu)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.