Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Visão geral de área atingida pelo furacão Maria em Canovanas, Porto Rico 26/09/2017 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

(reuters_tickers)

(Reuters) - Porto Rico enfrenta um longo e complicado processo de restauração de energia depois que o furacão Maria deixou os 3,4 milhões de habitantes da ilha sem eletricidade na última semana, de acordo com um grupo composto pelos principais executivos de companhias elétricas dos Estados Unidos.

O Conselho Coordenador do Subsetor de Eletricidade (ESCC) disse em comunicado na noite de terça-feira que avaliações de danos precisam ser concluídas para determinar quais recursos humanos e de equipamentos serão necessários para restaurar a energia.

O furacão Maria atingiu Porto Rico como um furacão de categoria 4 na última quarta-feira, com ventos de até 249 km/h, afetando estruturas por toda a ilha e deixando ao menos 16 mortos.

O ESCC está coordenando os esforços de restauração entre o governo dos Estados Unidos e o setor de energia elétrica.

Membros do grupo incluem a Associação Americana de Energia Pública (Appa), que representa empresas como a Autoridade de Energia Elétrica de Porto Rico (Prepa), que atende todos os 1,5 milhão de clientes de eletricidade da ilha.

(Reportagem de Scott DiSavino)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters