Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LISBOA (Reuters) - Portugal recorrerá à Comissão Europeia contra os planos da Espanha de construir um depósito de lixo nuclear na usina de Almaraz por temores de impactos ambientais na fronteira entre os dois países, disse o ministro do Meio Ambiente de Portugal, João Matos Fernandes, nesta quinta-feira.

O ministro falou após conversas com representantes do governo espanhol, cujo anúncio em 29 de dezembro da decisão de construir o depósito pegou os portugueses de surpresa.

"Portugal vai requisitar a intervenção de Bruxelas nesta questão... Uma vez aceita, a questão entre países vizinhos terá de ser decidida pela Comissão Europeia", disse Fernandes em comentários transmitidos pela TV portuguesa após a reunião em Madri.

Portugal não tem reatores nucleares e a população é, no geral, contrária a essa ideia e nutre desconfiança em relação às sete usinas nucleares espanholas.

Almaraz, no Rio Tejo, está somente a 100 quilômetros a leste da fronteira com Portugal. O Tejo cruza a região central de Portugal vindo da Espanha e encontra o Oceano Atlântico perto da capital Lisboa.

(Reportagem de Andrei Khalip; Reportagem adicional de José Elias Rodriguez)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters