Reuters internacional

Príncipe Charles e a mulher, Camilla, durante visita ao Royal London Hospital. 06/06/2017 REUTERS/Peter Nicholls

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - A resposta dos serviços de emergência britânicos ao ataque de sábado à noite no centro de Londres mostrou o país em seu melhor, disse a mulher do príncipe Charles depois que ela e o marido visitaram uma equipe médica e sobreviventes nesta terça-feira.

Charles, o herdeiro do trono britânico, e sua esposa Camilla visitaram o Royal London Hospital, para onde 12 vítimas feridas foram levadas no sábado. Eles também estiveram na sala de operações especiais da Polícia Metropolitana de Londres, que foi o centro de comando para a resposta de emergência no sábado.

"É a Grã-Bretanha no seu melhor, não é? Todos se juntam, não parece haver pânico", disse Camilla à equipe médica, de acordo com o Daily Telegraph.

"Estávamos bastante entusiasmados com a visita", afirmou Gwen Heading, uma enfermeira do hospital, à Reuters TV. "Foram dias difíceis."

O ataque de sábado à noite, em que três homens atropelaram pedestres na London Bridge antes de esfaquear pessoas e cortar gargantas na movimentada área do Borough Market, foi o terceiro ataque de militantes islâmicos no Reino Unido em três meses.

A polícia matou a tiros os três agressores oito minutos depois de receber a primeira chamada de emergência.

(Reportagem de Georgina Prodhan)

Reuters

 Reuters internacional