Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Príncipe Harry fala sobre saúde mental de militares em Londres 9/10/2017 REUTERS/Toby Melville

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - O príncipe britânico Harry disse nesta segunda-feira que a saúde mental dos soldados em atuação é tão importante quanto fazer com que estejam prontos para participar de conflitos.

Ele falava no lançamento de uma nova parceria entre o Ministério da Defesa do Reino Unido e uma instituição de caridade dos membros jovens da realeza.

Harry, que passou 10 anos no serviço militar, incluindo duas incursões ao Afeganistão, se uniu aos esforços do ministro da Defesa britânico, Michael Fallon, na divulgação de uma nova iniciativa para oferecer apoio de saúde mental aos membros das Forças Armadas, às suas famílias e aos veteranos.

"Essencialmente, o preparo de combate não trata só do preparo físico. Ele trata igualmente do preparo mental", disse Harry.

Na nova parceria, a Fundação Real criada por Harry, seu irmão mais velho, o príncipe William, e a esposa deste, Kate, apoiará as instituições de sua escolha, proporcionará aconselhamento e recursos para que o Ministério da Defesa realize uma conscientização sobre a boa saúde mental e melhorará o treinamento, a educação e o compartilhamento de informações.

"Nossos soldados, marinheiros e aviadores são os melhores do mundo, mas só manteremos isso se formos tão sérios a respeito da melhoria da saúde mental quanto somos em nossas habilidades de combate e tecnologia de ponta", disse Fallon.

Desde que deixou a vida militar, Harry vem fazendo de uma campanha a respeito de questões ligadas à saúde mental e do destino dos veteranos duas de suas prioridades.

(Reportagem de Polina Ivanova)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters