Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Primeira-ministra britânica, Theresa May, deixa residência oficial na rua Downing Street em Londres. 23/05/2017 REUTERS/Toby Melville

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, conversou com diversos líderes estrangeiros após um homem-bomba matar ao menos 22 pessoas em um ataque durante um show de música pop na cidade de Manchester, na Inglaterra, informou seu porta-voz nesta terça-feira.

O porta-voz disse que May conversou com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o presidente francês, Emmanuel Macron, com o primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, e com o primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, e que provavelmente faria ligações para outros líderes mundiais.

"A primeira-ministra e o presidente concordaram que a comunidade internacional precisa trabalhar em conjunto para derrubar a ideologia por trás dos ataques terroristas. O presidente ofereceu a colaboração e apoio completo dos Estados Unidos", disse o porta-voz a repórteres sobre o telefonema de May com Trump.

May também visitou a sede da polícia e um hospital infantil em Manchester nesta terça-feira, acrescentou.

(Reportagem de Kylie MacLellan)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters