Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni. 26/12/2016 REUTERS/Alessandro Bianchi

(reuters_tickers)

ROMA (Reuters) - O primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, foi submetido de emergência a uma angioplastia, um procedimento que desobstrui artérias do coração, após sentir-se mal durante viagem de volta de Paris na terça-feira, disse a porta-voz do premiê nesta quarta-feira.

Gentiloni, de 62 anos, tomou posse no mês passado. A porta-voz Flaminia Lais disse que ele está passando bem após a cirurgia realizada no hospital Gemelli, em Roma.

Uma fonte do hospital disse que a operação aconteceu na terça-feira à noite. Não havia mais detalhes disponíveis sobre o estado de saúde do premiê nem um prognóstico.

Gentiloni se reuniu na terça-feira em Paris com o presidente francês, François Hollande. Ele tinha viagem prevista para Londres na quinta-feira para se reunir com a premiê britânica, Theresa May.

Gentiloni, do Partido Democrático, de centro-esquerda, formou um governo após a renúncia do primeiro-ministro Matteo Renzi na sequência de uma derrota esmagadora em um referendo sobre uma reforma constitucional.

(Reportagem de Steve Scherer)

Reuters