Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

KUALA LUMPUR (Reuters) - O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, disse neste sábado que se encontrará com o premiê holandês, Mark Rutte, na semana que vem para discutir como assegurar a investigadores acesso completo ao local na Ucrânia em que um avião malaio foi abatido.

Separatistas pró-Rússia continuam no controle da área no leste da Ucrânia onde o Boeing 777 da Malaysia Airlines foi derrubado na semana passada, em voo de Amsterdã para Kuala Lumpur, matando todas as 298 pessoas a bordo.

Najib ajudou a firmar acordo com líderes separatistas para assegurar o retorno dos restos mortais das vítimas, além das duas "caixas-pretas" do avião, críticos para determinar o que aconteceu com o voo. Agora é hora, disse ele, de proceder com a investigação completa.

"Minha prioridade agora é garantir que a terceira parte do acordo seja honrada e que investigadores internacionais tenham acesso total e seguro ao local", disse ele em comunicado.

"Isso exigirá a cooperação daqueles no controle da área e de forças armadas ucranianas", acrescentou.

O comunicado informou que Najib voará à Holanda na quarta-feira, após o fim do Ramadã na Malásia.

(Reportagem de Yantoultra Ngui)

Reuters