Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

HONG KONG/PEQUIM (Reuters) - O presidente chinês, Xi Jinping, visitará Hong Kong de 29 de junho a 1º de julho para marcar o 20º aniversário da devolução do centro financeiro asiático do governo colonial britânico para a China, informou a agência estatal de notícias Xinhua neste domingo.

Hong Kong foi devolvida à China sob o modelo "um país, dois sistemas", com a promessa de um alto grau de autonomia, em 1º de julho de 1997.

A visita de Xi ocorrerá num momento em que muitos moradores de Hong Kong vêem uma interferência cada vez maior da China nos assuntos locais.

Um tópico que despertou especial preocupação foi a abdução por agentes do continente de alguns livreiros da cidade que se especializaram em material crítico, além dos esforços de Pequim na desqualificação de dois parlamentares pró-independência eleitos para a legislatura da cidade.

Um protesto anual para pressionar pela democracia total na cidade deverá ocorrer após a partida de Xi, na tarde de 1º de julho.

Durante a primeira visita de Xi a Hong Kong como presidente da China, ele participará da tomada de posse da nova líder de Hong Kong, Carrie Lam.

Lam, escolhida para o posto por um colégio eleitoral alinhado com Pequim, prometeu curar divisões na cidade e melhorar o relacionamento do governo com a oposição e o público.

(Por Venus Wu em Hong Kong e Jake Spring em Pequim)

Reuters