Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In, durante coletiva de imprensa, em Seul 17/08/2017 REUTERS/JUNG Yeon-Je

(reuters_tickers)

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, pediu nesta quinta-feira que a crise nuclear da Coreia do Norte seja tratada de forma estável, para que a paz não seja destruída.

Moon disse na Assembleia Geral da ONU que sanções são necessárias para levar Pyongyang à mesa de negociação e para forçar o regime a abandonar suas armas nucleares, mas que Seul não está buscando o colapso da Coreia do Norte e que a comunidade internacional está pronta para ajudar o país se ele ficar do lado certo da história.

Entretanto, Moon disse que todos os países precisam aderir rigorosamente às sanções da ONU contra a Coreia do Norte e impor medidas mais rígidas em caso de novas provocações de Pyongyang.

(Reportagem de David Brunnstrom)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters