Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LISBOA (Reuters) - O presidente da França, François Hollande, disse neste sábado que o novo governo dos Estados Unidos está encorajando "populismo e até extremismo", em um momento em que ele e outros líderes do sul da Europa pedem unidade para enfrentar um mundo cada vez mais cheio de incertezas.

"Nós temos que nos manter unidos na Europa", disse Hollande em um encontro em Lisboa. "O que está em jogo é populismo. O tipo de discurso que chega agora dos Estados Unidos encoraja populismo e até extremismo".

O presidente francês falou durante um encontro de líderes do sul da Europa, na capital portuguesa, onde ficou evidente a crescente preocupação com ameaças à unidade europeia, após a decisão do Reino Unido de sair do bloco.

Os líderes disseram, em declaração conjunta, que encaram um mundo com "crescentes incertezas e instabilidades", o que torna a união dentro da Europa ainda mais importante.

O grupo, que é apelidado por alguns de "Club Med", inclui França, Itália, Espanha, Portugal, Grécia, Malta e Chipre.

Na França, a líder de extrema-direita Marine Le Pen lidera pesquisas de opinião para substituir Hollande, em eleição marcada para abril. Na Itália, o populista Movimento Cinco Estrelas é o segundo maior partido do país.

(Por Axel Bugge)

Reuters