Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MONRÓVIA (Reuters) - A presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf, declarou um estado de emergência nesta quarta-feira para lutar contra um surto de Ebola, alegando que a escala da epidemia representa uma ameaça à segurança estatal.

"O governo e o povo da Libéria requerem medidas extraordinárias para a sobrevivência do nosso Estado e para a proteção das vidas do nosso povo", disse ela em comunicado oficial.

"Eu... declaro estado de emergência em toda a República da Libéria a partir de 6 de agosto de 2014 por um período de 90 dias."

Libéria, Serra Leoa e Guiné são os três países mais afetados pelo surto de Ebola na África Ocidental. O número de mortos chegou a 932 até 4 de agosto, em um total de 1.711 casos registrados, de acordo com balanço da Organização Mundial da Saúde desta quarta-feira.

(Reportagem de Clair MacDougall, em Monróvia; e de Daniel Flynn, em Dacar)

Reuters